SIMECAN | Sindicato das Indústrias Metal Mecânicas de Canoas e Nova Santa Rita

telefone (51) 3472 7455

Facebook

listNotícias

SIMECAN empossa nova diretoria para o triênio 2018-2021

A nova diretoria do SIMECAN para o triênio 2018-2021 foi empossada durante cerimônia realizada no dia 29/11, na sede do Sindicato. O empresário Roberto Machemer foi reeleito para mais um mandato, onde passa a ter a companhia dos vice-presidentes Guilherme Frederico Aggens, Gilberto Alves da Silva, José Luiz Raymundo e Luis Vicente Jung, e dos diretores Cláudio Onofre Ramos de Souza, Fábio Floriani, Paulo Renato Zveibrucker, Rinaldo Sanches Fernandes e Sérgio Mallmann. No Conselho Fiscal estão Gilson Castro, Alexandre Longhi Lemieszewski e Leandro Jesus da Silva, como titulares, e Ângela Francesca Grando Veit, César Augusto dos Santos e Edmilson Ramires, como suplentes.

 
O evento contou com a presença do Deputado Federal Luiz Carlos Heinze, eleito Senador a partir do próximo ano, do presidente da FIERGS, Gilberto Petry, dos ex-presidentes do SIMECAN, Deomedes Roque Talini e José Cláudio dos Santos, além da presidente do IEITEC, Rosângela Alves, representantes das empresas associadas e convidados.
 
“Agradeço a todos que sempre dedicaram seu esforço em nome do sindicato e saúdo aos que estão ingressando, transmitindo a confiança que temos em seus desempenhos”, disse Roberto Machemer. O presidente reeleito lembrou das dificuldades que o setor vem enfrentando. “Nos últimos três anos tivemos uma situação econômica e financeira muito difícil para a maioria das empresas, em função das turbulências políticas vividas e seus reflexos na atividade e na descrença sobre o futuro do país. Mas a partir da eleição de um novo governo, o empresariado passa a ter um pouco mais de esperança”, afirmou.
 
Machemer destacou ainda a recente inauguração do Parque Canoas de Inovação, antiga aspiração da classe empresarial. “Os últimos prefeitos deram a sua contribuição e a atual gestão municipal colocou em prática este importante espaço, para o qual estaremos atentos à possibilidade de atração de novos investimentos. Outro desejo antigo nosso também está saindo do papel, que é a ampliação do Distrito Industrial Jorge Lanner”, observou Machemer.
 
TENDÊNCIAS DE MELHORA – O início de uma nova gestão política, a partir de janeiro, significa expectativas renovadas em busca de melhores tempos para a economia. “Se forem confirmadas as tendências de melhora no ambiente econômico e produtivo, poderemos vir a ter tempos melhores em futuro breve, embora não signifique que as dificuldades estão superadas. Temos desempenhos diferentes, dependendo do tipo de indústria. Mas temos a certeza de que, em breve, a roda irá girar e todos estaremos em um novo ambiente de negócios”, ressaltou.
 
O presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry, destacou, em seu pronunciamento, a necessidade do país voltar a crescer em níveis aceitáveis. “Nunca vimos uma crise tão longa quanto esta. Mas o país vive um novo momento. Temos a obrigação de gerar empregos aqui, e não na Ásia ou no Paraguai. Estamos otimistas com estas novas perspectivas”, disse Petry.
 
De Zotti – Assessoria de Imprensa

Mais notícias

A situação da indústria após a paralisação dos caminhoneiros

Averbação pré-executória - Ilegalidade

Brasil fecha 72,6 mil vagas de trabalho com carteira assinada em maio